Saiba Mais Racco: IOS Coenzima Q10

IOS, Saúde e Bem-estar Sem Comentários em Saiba Mais Racco: IOS Coenzima Q10

O que é a Coenzima Q10?

A coenzima Q10, também chamada ubiquinona é uma substância vitamínica presente naturalmente em todas as células do nosso corpo, as quais tem uma importância vital. Ela fornece energia, além de ser antioxidante e proteger as células. É igualmente responsável pelas funções básicas da pele, como os processos de crescimento e reparação, favorecendo a regeneração da pele. 

…………………….

Para que serve?

Produção de energia:

A Q10 participa dos processos de produção de energia, é necessária para a produção de energia celular no interior das mitocôndrias, as centrais energéticas das células, e desta maneira reforça o coração, os músculos e os nervos.     

Proteção celular:

A Q10 age como antioxidante no interior e no exterior das células, neutralizando os radicais livres, que são moléculas agressivas que se encontram no nosso organismo. Os raios UV, o stress e as toxinas do meio ambiente podem aumentar a quantidade de radicais livres. A fabricação de coenzima Q10 diminui a partir dos 30 anos, decrescendo com a idade, e assim nosso organismo começa a perder a sua capacidade de sintetizar COQ10 e desenvolve a sua deficiência. A falta desta coenzima pode causar danos no cérebro e em outros órgãos. A COQ10 é produzida pelo organismo humano, contudo, no decorrer do processo de envelhecimento celular seus níveis tornam-se inadequados para a manutenção do bom estado geral da saúde. A COQ10 é essencial para o funcionamento do músculo cardíaco e auxilia na redução da pressão sanguínea. Protege ainda o cérebro de condições degenerativas, como doença de Alzheimer e Parkinson, por aumentar consideravelmente a oxigenação do tecido cerebral.

Apresenta propriedades antioxidantes prevenindo doenças coronárias, neurodegenerativas e neuromusculares, por combater os danos oxidativos dos radicais livres ao DNA das células.

É ideal para proteger o sistema cardiovascular e lutar contra o envelhecimento celular e cutâneo; e para os mais esportivos, seus efeitos são reconhecidos por melhorar a resistência ao esforço.

Apesar de ser produzida pelo organismo, ela também é encontrada em alimentos como a carne vermelha, peixes, cereais, brócolis e espinafre, e pode ser suplementada através da ingestão de cápsulas. A COQ10 é sintetizada no organismo a partir de alimentos ricos em tirosina, fenilalanina e ácido fólico, tais como sardinha, óleo de soja, nozes e amendoins. No entanto, as doses alcançadas através da alimentação não atendem às necessidades do envelhecimento celular e uma suplementação se mostra eficiente e necessária.

Para demandas médicas específicas, o ideal é procurar orientação de um médico ou nutricionista.

…………………….

Porque é apresentada em cápsulas?

A COQ10 é dificilmente assimilada pelo organismo, porque ela é solúvel somente em gorduras, então a associação com um óleo vegetal, das cápsulas de IOS Coenzima Q10 Racco (965), permite aumentar a sua biodisponibilidade e facilitar a absorção no trato gastrointestinal.

O IOS Coenzima Q10 Racco (965) é um suplemento em cápsulas gelatinosas moles à base de coenzima Q10, em óleo vegetal, que garante melhor biodisponibilidade (maior absorção) do ativo.

A nova formulação do IOS Coenzima Q10 Racco (965) apresenta 100mg/cápsula, sendo fonte de energia para as células cardíacas, cerebrais e musculares em geral. Fortalece o sistema imunológico, com potente ação antioxidante.

Aumenta a absorção de oxigênio pelas células do músculo do coração. Previne as lesões oxidativas dos radicais livres e protege as mitocôndrias, evitando doenças degenerativas do cérebro.

1 cápsula = 100mg de Coenzima Q10

IOS Coenzima Q10 Racco (965)

…………………….

Indicação de uso

• Ingerir de 01 a 02 cápsulas ao dia (Siga as recomendações de seu médico e/ou nutricionista) com um pouco de água;

• Alérgicos: contém derivado de soja. Não contém glúten;

• O Ministério da Saúde adverte: não existem evidências científicas comprovadas de que este alimento previna, trate ou cure doenças;

• Gestantes e nutrizes somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionistas ou médico.

 

…………………….

Referências Bibliográficas

1. Morisco, C. et al. 1993. Efect of coenzyme Q10 therapy in patients with congestive heart faillure: a long-term multicenter randomized study. Clin Investig. 71: 134-136

2. Munkholm, H. et al.1999. Coenzyme Q10 treatment in serious heart failure. Biofactors 9: 285-289

3. Schults, C. W. et al. 2002. E|ects of coenzyme Q10 in early Parkinson disease: evidence of slowing of the functional decline. Arch Neurol. 59: 1541-1550

4. Janson, M. 2006. Orthomolecular medicine: the terapeutic use of dietary supplements for anti-aging. Clin Interv Aging 1: 261-265

5. COOKIE, M.; IOSIA, M.; BUFORD, T.; SHELMADINE, B.; HUDSON, G.; KERKSICK, C.; RASMUSSEN, C.; GREENWOOD, M.; LEUTHOLTZ,B.; WILLOUGHBY, D.; KREIDER, R. Effects of acute and 14-day coenzyme Q10 supplementation on exercise performance in both trained and untrained individuals. Journal of the International Society of Sports Nutrition; 5 (8): 1-14, 2008. Citado em Revista Brasileira de Nutrição Funcional – ano 13, nº 56, 2013, pág. 41.

6. MARTINDALE – The Extra Pharmacopoeia. 29ªEd. 1989. 2. BATISTUZZO, J.A.O., ITAYA, M., ETO, Y. Formulário Médico Farmacêutico. 3ed, São Paulo: Pharmabooks, 2006.

7. BATISTUZZO, J.A.O., ITAYA, M., ETO, Y. Formulário Médico Farmacêutico. 3ed, São Paulo: Pharmabooks, 2006.

  • Compartilhar:

Deixe um comentário